NOTíCIAS

01 de Outubro de 2018

Innovation Day da CNH Industrial apresenta tendências para máquinas e caminhões


A valorização do ser humano, no centro das transformações digitais, está alterando o mundo das máquinas, equipamentos, veículos, motores e geradores de energia, itens que compõem o segmento de bens de capital. Esse foi o objetivo da primeira edição do Innovation Day, promovido pela CNH Industrial nesta quinta-feira, 27 de setembro, em Sorocaba (SP), no novo Centro de Inovação, Tecnologia e Treinamento do Grupo.

O Innovation Day faz parte de uma série de ações para incentivar a “cultura” de inovação dentro da corporação, e é promovido ao longo da Semana de Inovação, evento interno que a CNH Industrial organiza anualmente. As iniciativas, feitas até então somente para os colaboradores, foram além dos portões das fábricas e, agora, contam com a participação de outros públicos importantes para a empresa. Com foco nas tendências das áreas agrícolas, de construção, transporte e energia, o Innovation Day reuniu funcionários, acadêmicos, fornecedores, parceiros e jornalistas, que acompanharam palestras e debates. Durante a ação, o time de Inovação da CNH Industrial falou sobre como as novas tecnologias são desenvolvidas, geridas e implementadas na organização. Os engenheiros-chefes, responsáveis por cada marca, apresentaram as tendências por segmento, e os muitos exemplos de produtos que levam a inovação para o campo, para a construção, para o transporte e para o setor de energia.

Segundo o diretor de Desenvolvimento de Produto e Engenharia Agrícola da CNH Industrial para América Latina, Sergio Soares, a Semana da Inovação é um evento anual que tem trazido muito conhecimento, por isso ficou decidido que ela será expandida. “Foi uma oportunidade para apresentarmos como fazemos a inovação, nossos investimentos locais e os resultados conquistados. De dentro para fora, incentivamos a inovação em todas as áreas, envolvemos colaboradores, fornecedores e parceiros estratégicos, compartilhamos as ideias, trabalhamos de forma colaborativa e aberta, ouvimos e antecipamos as expectativas dos clientes e nos esforçamos em desenvolver inovação nacional, em depositar patentes e oferecer as melhores soluções para os mercados de atuação”, afirmou.

Em todos os discursos, a inovação foi atrelada à sustentabilidade. De olho no aumento da produtividade, o futuro do setor agrícola está na automação das máquinas, na aplicação e interpretação dos sistemas inteligentes e na autossuficiência do agronegócio e das propriedades agrícolas. Nesse segmento, a CNH Industrial é representada pelas marcas Case IH e New Holland Agriculture.

“No segmento de construção, as tendências são eficiência operacional, conectividade dos equipamentos e acessibilidade”, revelou Humberto Lopes, diretor de Desenvolvimento de Produto e Engenharia para Equipamentos de Construção. Esse é um dos negócios da CNH Industrial que mais recebeu investimentos e remodelou a sua linha completa de produtos, com equipamentos que são mais produtivos, econômicos e sustentáveis. Em construções, a CNH Industrial também é representada no mercado pelas marcas CASE e New Holland Construction.



Demonstração das soluções de precisão e telemática da CNH Industrial, no Centro de Inovação, Tecnologia e Treinamento
“O setor de transporte, com soluções de inclusão, segue a mesma linha, e inclui também a autonomia dos veículos e a utilização de combustíveis alternativos, como o gás natural veicular e a eletrificação”, acrescentou Darwin Viegas, diretor de Desenvolvimento de Produto e Engenharia do Negócio de Transportes da CNH Industrial.

A CNH Industrial aproveitou o momento para reinaugurar o espaço dedicado à transferência de conhecimento e promoção de novas tecnologias para equipar tratores, colheitadeiras, máquinas de construção, ônibus, caminhões e geradores de energia.

A IVECO, marca da empresa dedicada a produção de veículos comerciais (caminhões e ônibus) deu um salto, recentemente, lançando veículos e completando a sua linha de produtos, tornando-se uma das empresas mais completas do setor em comercialização na América Latina. Entre outros, a IVECO lançou recentemente o novo Daily City e o Tector Automatizado.

Já o futuro do segmento de energia, com reflexo em todos os demais, se resume em "eficiência energética, com alto rendimento e baixas emissões de gases poluentes" segundoo diretor de Engenharia de Motores e Energia da CNH Industrial, Alexandre Xavier. Nesse segmento, a CNH Industrial é representada pela FPT Industrial, líder mundial em sistemas depowertrain, fabricando motores, eixos e transmissões, para veículos e máquinas, além de geradores.

Centro de Inovação, Tecnologia e Treinamento da CNH Industrial

O evento foi promovido no Centro de Inovação, Tecnologia e Treinamento, dentro do Complexo Industrial de Sorocaba (SP). O diretor de Soluções de Precisão e Telemática da CNH Industrial para a América Latina, Gregory Riordan, explicou que unidade é considerada suporte e treinamento das tecnologias de agricultura digital, de construção e transporte, e de monitoramento das operações à distância na América Latina. No local, a empresa desenvolve e transfere o conhecimento de novas tecnologias que farão o futuro da mecanização e dos veículos de transporte.

Estrutura

No total, a CNH Industrial tem sete Centros de P&D na América Latina: Betim, Contagem, Curitiba, Sete Lagoas, Sorocaba e Piracicaba no País; e um em Córdoba, na Argentina. No seu departamento de Engenharia, a empresa tem mais de 600 profissionais dedicados ao desenvolvimento de novos produtos.

Investimentos

A empresa é comprometida com o desenvolvimento nacional e a busca de novas tecnologias e soluções para seus clientes. Prova disso são os investimentos. No ano passado, investiu cerca de US$ 100 milhões em Pesquisa e Desenvolvimento no Brasil. No mundo, o investimento global da CNH Industrial em Pesquisa e Desenvolvimento foi de mais de 950 milhões de dólares em 2017.

Patentes

A CNH Industrial foi considerada como a única empresa privada do Brasil entre as dez principais depositantes de novas patentes do ano de 2017, ficando em 7º lugar geral, segundo o INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). No ano passado, a empresa depositou cerca de 150 novas patentes no órgão federal. Desse total, teve 46 patentes geradas por inventores brasileiros aplicadas em produtos desenvolvidos no Brasil e em outros países da América Latina, Estados Unidos e Europa. Ao todo, a CNH Industrial detém mais de 900 patentes ativas no Brasil e mais de 10 mil em todo o mundo.

Treinamentos para a inovação

Os investimentos da CNH Industrial em Inovação englobam não apenas produtos, mas soluções e serviços para os clientes. Ao mesmo tempo em que lança máquinas altamente tecnológicas, capacita os operadores para que tenham conhecimento de todas as funções dos equipamentos e as tecnologias embarcadas. Desde 2015, a empresa já treinou mais de cinco mil pessoas e promoveu mais de mil dias de treinamentos.

 

Fonte: https://www.grupocultivar.com.br/noticias/innovation-day-da-cnh-industrial-apresenta-tendencias-para-maquinas-e-caminhoes

Veja também:
Super Atendimento ao Cliente      Consórcio New Holland      Banco CNH      New Holland